• Ana Clara Thomaz

"Bem no meio fala de dor, crescimento, reconhecimento das próprias forças"


Foto: Duharte Fotografia

"Bem é a menina que tem o dom de entrar e sair dos livros e que nasce com uma estranha marquinha de nascença nas costas, de onde surgirá uma asa. Pode-se dizer que ler é seu hábito mais querido; imagina tudo o que sente e sente tudo o que imagina. Bem sente muito. Sente muita compaixão pelos dramas vividos pelos pais que, por conta de seus problemas de adultos, nem sempre parecem escuta-la. Porém, é através dos desafios que Bem acaba por se aventurar e descobrir sua voz, canto e dança. Bem mora dentro, entre e fora do livro." diz a diretora e autora da ópera Karen Acioly, que também nos contou que escreveu a Bem, personagem principal, inspirada em duas crianças que ama muito. "Confiei na sensibilidade, inteligência e talento da querida atriz e cantora Luísa Viana para tornar a Bem viva, potente e iluminada! Foram três anos de gestação, mas a bebê está aqui, dando seus chutinhos agradáveis e ritmados, louca para nascer."


Foto: Duharte Fotografia

Com exclusividade, a atriz escolhida para viver o papel de Bem nos relatou sobre seu processo na ópera: "Bem tem sido um dos papéis mais desafiadores da minha carreira. Não só pela complexidade das canções, mas por Bem ser uma personagem que passa por sentimentos e situações profundas e essenciais na trajetória de uma criança. Bem no Meio fala de dor, crescimento, reconhecimento das próprias forças e amor. Com Bem tenho aprendido sobre como podemos no auto conhecer e nos tornarmos mais fortes através do recolhimento, da escuta e da criatividade.


Bem no meio estará em cartaz no Teatro Oi Futuro no bairro do Flamengo, Rio de Janeiro, a partir do dia 21 de novembro, em todos os finais de semana até o dia 19 de dezembro, às 15h, 16h, 17h, com sessões de cinemópera (cinema + ópera + instalação).


Entrada gratuita e classificação livre.


É obrigatória a apresentação da carteira de vacinação para a entrada no teatro!


Esse projeto tem como parceiros institucionais o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro e o FIL Festival. Também conta com o patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e Oi.

Correalização: Oi Futuro e Borogodó Empreendimentos Culturais.







8 views0 comments