• Ana Clara Thomaz

Live: um bate-papo sobre Gaston Bachelard e a ópera “Bem no Meio”

A ópera “Bem no meio”, que teve sua estreia no Oi Futuro em novembro, promove um bate-papo virtual no dia 22 de dezembro, às 19h pelo link: https://www.youtube.com/filfestival


A convite de Karen Acioly (idealizadora do FIL – Festival Internacional Intercâmbio de Linguagens, diretora e escritora), estarão presentes Marcelo de Carvalho, especialista na obra de Bachelard para falar sobre a importância dele na concepção do espetáculo musical, e a professora da ECO/UFRJ Cristina Rego Monteiro da Luz, especialista em novos formatos e mídias criativas. O encontro contará com trechos da ópera filmada e responderá ao público participante sobre as questões do imaginário poético que envolvem o autor e a obra artística.




Marcelo de Carvalho é pós-doutor em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde também cursou o mestrado e doutorado. Obteve a Laurea in Filosofia na Università Cattolica di Milano. Autor do livros “Conhecimento e Devaneio – Gaston Bachelard e a androginia da alma”, “Gaston Bachelard – Filosofia do inexato – Dinamismo de polaridades como princípio do saber” e “A poética de Gaston Bachelard – Mergulho na imaginação”.




Cristina Rego Monteiro da Luz é Doutora em Comunicação e Cultura, Professora Associada do Departamento de Expressão e Linguagens da ECO e Pesquisadora do Programa de Pós Graduação em Mídias Criativas da UFRJ, onde também leciona no Mestrado Profissional. Foi Vice Diretora da Escola e é Coautora do novo currículo do Curso de Jornalismo da UFRJ. Atuou durante 28 anos no telejornalismo diário, como repórter especial e apresentadora de telejornais das TVs Bandeirantes, Manchete e CNT. Recebeu prêmios por sua atuação como jornalista, entre eles o Prêmio Vladimir Herzog, do Sindicato de Jornalistas de São Paulo. Respondeu pela Chefia de Comunicação da Secretaria de Turismo do Rio de Janeiro e da ANS.


Esse projeto tem como parceiros institucionais o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro e o FIL Festival. Também conta com o patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e Oi.

Correalização: Oi Futuro e Borogodó Empreendimentos Culturais.

85 views0 comments