top of page
  • Writer's pictureFil Festival

Mais que dança, um espetáculo!

Por: Ana Clara Ferreira

Foto: acervo pessoal

A música iniciou, as luzes se posicionam…silêncio, cadê o espetáculo? Da cabine de som do teatro se escuta uma voz feminina, é Adelly Costantini!


A bailarina surpreende a plateia descendo as escadas do auditório. Passando pelas cadeiras cheias do teatro, Adelly iniciou o número dialogando diretamente com o público. Em uma atmosfera acolhedora e intimista, a artista começou a contar sua trajetória de vida a partir da conversa gravada de uma amiga, que contava situações incomuns que as duas viveram juntas na infância. A plateia ouvia o áudio, via uma projeção e acompanhava os movimentos, e assim a artista desenrolava a sua história, envolvendo a todos com bom humor e criatividade.


Formada na Escola Nacional de Circo, Adelly sentia dificuldades para se "encaixar" no mundo por causa de um olhar original, sensível e apurado. Arteira e espevitada, a menina era comumente questionada pelos professores: "Adelly, tem formiga na cadeira?" - frase que se tornou o título do seu espetáculo.


Utilizando movimentos corporais e elementos circenses, a artista foi contando suas experiências espetaculares ao longo da vida, misturando a arte e vivências que a fizeram chegar até os palcos do FIL.


Adelly encerrou convidando a todos da plateia a virem para o palco mostrar uma experiência espetacular, que movimentasse o corpo, nutrisse a alma e expandisse o imaginário! As formigas da cadeira conseguiram despertar a criança interior dos adultos, e incentivar os pequenos a se auto conhecerem através da arte e movimentos corporais.


Para ficar de olho nas próximas vivências espetaculares de Adelly Costantini, acompanhe-a nas redes sociais: @adellycostantini.

5 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page