• Pedro Werneck Brandão

O Barquinho Amarelo traz clima nostálgico ao espaço cultural Sérgio porto

Updated: Oct 23, 2019

Grupo "Eranos-Círculo de Arte" retrata o primeiro livro lido de uma das atrizes do grupo


A atriz e idealizadora da peça ensina a fazer o simbolo do livro (Foto: Gabriela Alhadeff)

Por Francisco Procópio


Pela segunda vez no FIL, o grupo de Santa Catarina apresentou um espetáculo infantil para comemorar o dia das crianças na cidade do Rio de Janeiro. O espetáculo "Sonhos de Papel" foi baseado no livro de Ieda Dias da Silva de mesmo nome, que fala sobre o dia a dia das crianças no interior do Brasil nos anos 70.


O teatro foi envolvido por uma energia pastoril, através da demonstração de brincadeiras típicas do interior e de uma trilha sonora autoral que buscava gerar efeitos tanto no publico adulto quanto no publico infantil. Com isso, os adultos puderam relembrar as férias no ambiente rural e as crianças conseguiram se ver em um ambiente  diferente da sua vida atual na cidade grande repleta de luzes e aparelhos eletrônicos.


Ator mostra rotina em ambientes rurais antigos (Foto: Gabriela Alhadeff)

O grupo "Eranos", com a apresentação de "Barquinho Amarelo", completou o seu terceiro  espetáculo voltado ao publico infantil. Essa peça em especifico muito simbólica para uma das atrizes: Sandra Coelho viveu uma infância parecida com a retratada na peça antes de se mudar para a cidade onde iria estudar. Por isso, a inspiração da peça se deu no reconhecimento da história do livro na própria vivência da atriz principal.


Outro ponto importante do espetáculo foi o uso de recursos visuais que buscam humanizar a tecnologia e mostrar que ela também pode ter um tom poético. Por fim, cada novo espetáculo  torna-se uma chance única de, não só a idealizadora, mas todos os colaboradores  e espectadores viajarem no  tempo.

215 views1 comment