• Ana Clara Thomaz

O elenco de Bem no meio nos conta um pouco sobre suas experiências

Updated: Nov 12

O cast conta com premiações fantásticas e trabalhos nacionais e internacionais!


A ópera-instalação Bem no meio traz ao palco, para interpretar as personagens principais, as cantoras e bailarinas Luisa Vianna, como Bem, e Carol Botelho, como Gaia, acompanhadas pelo pianista e cantor Guilherme Borges, no papel de Ponto. Em projeção, temos a atriz e cantora Sabrina Korgut, dando vida a personagem da mãe, e o ator e cantor Ciro Acioli, interpretando o pai. O incrível elenco tem uma carreira de peso e experiências fantásticas para compartilhar conosco. Vamos conhecer mais um pouco sobre cada um?


Luisa Vianna é atriz e cantora. Formada em Comunicação Social pela UFF. Atualmente está em cartaz com a sua série “Acordar o tempo”, no canal do Youtube do SESC Rio e no CCBB com o espetáculo O pescador e a estrela, com direção de Karen Acioly. Participou do espetáculo Suelen, Nara, Ian, de Luisa Arraes, com direção de Débora Lamm. Por este trabalho foi indicada aos Prêmios CBTIJ e Botequim de Teatro, como Melhor atriz de espetáculo infantil.


Já a atriz e cantora Carol Botelho é Licenciada em dança pela Faculdade Angel Vianna e atuou em diversos espetáculos no eixo Rio-Sp como Meu destino é ser star - ao som de Lulu Santos, Rent, “Chacrinha”, “Godspell”, “Brilha La Luna”, “Vamp” e “Peter pan da Broadway”, que lhe rendeu uma indicação de Melhor atriz coadjuvante no prêmio destaque imprensa digital, em 2019. Na TV tem como trabalho mais recente a série “Natália”, dirigida por André Pellenz e Vinícius Reis, em que interpretou a personagem Luz.


Bacharel em Arranjo pela UNIRIO e Mestre em Direção Musical pela Mountview Academy of Theatre Arts (Londres), Guilherme Borges é produtor musical, arranjador, pianista, cantor e ator. Participou de espetáculos como Pippin, Vamp e Gabriela - Um Musical. Suas direções musicais incluem Nara - A Menina Disse Coisas e o musical luso-escocês The Bow Maker (no National Theatre of Scotland, em Glasgow), além do projeto Grandes Músicos Para Pequenos.


Sabrina Korgut é atriz, cantora, bailarina e arte-educadora, formada em Licenciatura Teatral pela UNIRIO. Tem especialização em Jazz e Tap Dance pela Starlight School of Dance (USA). Fez diversos cursos de atuação, dentre eles destacam-se nomes como Herval Rosano, Domingos de Oliveira e a Oficina de Atores da Rede Globo. Foi indicada aos prêmios Shell e APTR pelo musical Avenida Q, Atriz Revelação de TV pela Revista Quem Acontece, Qualidade Brasil por Miss Saigon, Prêmio Contigo de Teatro por Fascinante Gershwin, seu primeiro projeto independente. Com mais de 40 espetáculos no currículo participou dos musicais americanos montados no Brasil: Como eliminar seu chefe, As noviças rebeldes, Xanadu, As bruxas de Eastwick, Baby, Miss Saigon, Company, Lado a Lado com Sondheim, Curioso caso do cachorro morto, Meu amigo Charlie Brown além dos nacionais Ópera do Malandro, Sassaricando, Beatles num céu de diamantes, Fascinante Gershwin, Para sempre Abba, Chão de Estrelas, Cauby Cauby, 4 faces do amor entre outros.


Por último, mas não menos importante, Ciro Acioli é roteirista, músico, cantor e ator, foi vocalista da Banda Os Tangarás (2013/2015), participou como ator e cantor de diversos espetáculos, entre eles, O garoto Noel, Bagunça, A ópera baby, Sinfonieta Braguinha (2015/2017), co-autor e ator de Experiência Yellow (2016), com direção de Karen Acioly. Foi premiado como Melhor ator APCA/São Paulo e Pananco/Coca Cola (2018), com o espetáculo “Quando as pessoas andam em círculos”, da Artesanal Cia de Teatro.


Bem no meio estará em cartaz no Teatro Oi Futuro no bairro do Flamengo, Rio de Janeiro, a partir do dia 21 de novembro, em todos os finais de semana até o dia 19 de dezembro, às 15h, 16h, 17h, com sessões de cinemópera (cinema + ópera + instalação).


Entrada gratuita e classificação livre.


É obrigatória a apresentação da carteira de vacinação para a entrada no teatro!


Esse projeto tem como parceiros institucionais o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro e o FIL Festival. Também conta com o patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e Oi.


Correalização: Oi Futuro e Borogodó Empreendimentos Culturais.

20 views0 comments

Recent Posts

See All