O QUE É O FIL?

 

“Não duvido que os interiores tenham outros interiores, que a visão tenha outra visão, que a audição outra audição, que a voz outra voz” (Walt Whitman)

 

Em busca de sua nova identidade, o FIL completa 18 anos de curiosidades e maravilhamentos e mergulha em seu interior para descobrir novos encantamentos e perguntas: Em que podemos acreditar? O que é o conhecimento? Como podemos lidar com as incertezas? Para que serve a poesia, a arte, a mitologia, os símbolos? O que é, afinal, educar na era planetária?

Transversor de mundos, o FIL procura costurar os fios de sua programação interligando a união afetiva intergeracional, os tempos (presente, passado e futuro) e o sagrado da tradição à potência das artes contemporâneas:

Em sua programação, inspirada no Mito da Caverna de Platão, o público vai encontrar poemas visuais, historietas musicadas, marionetes corporais, marionetes em 3D, dança, muita música, show-oficina, encontro de saberes, mitologias, invenções divertidas, rodas de conversa, homenagem aos artistas que estão em outra dimensão e micro espetáculos musicais, criados especialmente para esta edição. 

Os fios do FIL também entrelaçam o indivíduo ao coletivo, as partes ao todo, a educação infantil à pós graduação. Para isso, o FIL cria o Guia Prático do Espectador e o Guia Prático das Escolas. Dessa forma, borda parcerias entre as escolas municipais, estaduais e as universidades públicas da cidade e do Estado do Rio de Janeiro.

O FIL é múltiplo, parceiro, ponte de encantamentos. Se amalgama aos festivais internacionais brasileiros, para crianças, aos artistas nacionais e internacionais, e une em sua equipe jovens talentosos (os Observadores FIL-ECO UFRJ) para poder aprender com eles. 

O FIL é um presente, no presente. Alquimia.

 Bem-vindos ao FIL ONLINE, edição especial, Lei Aldir Blanc!

e33da924-7c39-4c49-98a1-ec479d31e24e.jpg

Karen Acioly, inventora e diretora geral do FIL